Imagens feitas no vilarejo mais frio do mundo farão você tremer. Confira


O pequeno vilarejo de Oymyakon, localizado na região russa de Yakutia, a cerca de 5300 quilômetro de Moscou, capital do país, vem chamando a atenção de todo o mundo após uma série de fotografias se espalharem pela internet e surpreender a todos.

Oymyakon, conhecido como sendo o vilarejo mais frio do mundo, se tornou notícia nos meios de comunicação, após a temperatura no local cair e atingir índices nunca antes vistos nos termômetros locais.

Fonte: Reprodução

No decorrer desta última semana, o vilarejo que fica situado na região de Yakutia, na Rússia, chocou até mesmo seus 500 habitantes. Marcando nos termômetros incríveis 62 graus negativos, em alguns lugares do vilarejo, alguns termômetros espalhados em pontos estratégicos chegaram a ser danificados e até mesmo pararem de funcionar, devido ao clima de frio demasiado.

Vilarejo mais frio do mundo marca 62 graus negativos e assusta até mesmo seus moradores

Chegando a marcar menos 62ºC nos termômetros, em alguns pontos da região, o frio por pouco não ultrapassou 70 graus negativos para desespero dos moradores que precisavam manter sua rotina de trabalho e se deslocarem de suas casas.

Fonte: Reprodução

Se tornando notícia em todo o mundo por conta de seu inverno rigoroso, Oymyakon, que no início do ano de 2013 já chegou a marcar incríveis menos 71 graus, teve suas aulas suspensas sob instrução policial, devido as baixas temperaturas e riscos expostos as crianças em idade escolar que se deslocavam em meio à neve para irem às unidades escolares do município.

Fonte: Reprodução

Instruído pelas autoridades a deixarem os filhos em casa protegidos da neve, as escolas do vilarejo se fecharam, bem como alguns comércios, que se mantiveram de portas fechadas.

Atitudes inusitadas passam a ser tomadas quando as temperaturas caem em Oymyakon

Afetando diretamente na rotina dos moradores do vilarejo, o inverno contribui para que a cidade fique ainda mais “deserta” e fotos inusitadas sejam tiradas e compartilhadas com o restante do mundo.

Peixes congelados sem ajuda de refrigeração extra. Fonte: Reprodução

Agindo de forma um tanto quanto atípica, os moradores adotam atividades bastante diferentes como: escovar a neve do pelo dos animais, desligar as geladeiras de casa e deixar que os congelados fiquem expostos alguns minutos ao relento e os feirantes não mais refrigeram os peixes e frutos do mar de suas barracas.

log in

reset password

Back to
log in